O jaleco é um dos principais símbolos dos profissionais de saúde, além de ser um equipamento de segurança desse profissional. Sendo assim, alguns cuidados especiais devem ser tomados para o aumento de sua durabilidade e claro, uma limpeza plena que inspira profissionalismo. Nesse caso, aprenda nesse artigo como larva o jaleco e mantê-lo perfeito!

O Jaleco e a Lei

Antes de mais nada, é preciso lembrar que de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o jaleco é certificado como um EPI, ou seja, é considerado um equipamento de proteção individual. Nesse sentido, o seu uso ajuda a evitar que bactérias e outros agentes microscópicos de doenças se espalhem pelo ambiente.

Curiosamente, em 2008, após alguns estudos, o Serviço Nacional de Saúde Britânico estabeleceu que profissionais de saúde não devem utilizar roupas de mangas longas ou gravatas no local de trabalho, para diminuir a possibilidade de transmissão e contaminação de germes e bactérias, que, segundo o estudo, aumentam com a adoção desse modelo de manga. Por lá, jalecos de mangas curtas são obrigatórios. Tal medida também foi adotada no setor de saúde dos EUA, em 2014.

Já aqui no Brasil, o que se tem são algumas medidas, como o CCNP 642-902, que aponta a importância da lavagem do jaleco de forma adequada, sua troca diária e a frequente lavagem adequada das mãos, para a eliminação de quaisquer riscos biológicos.

 De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o jaleco é certificado como um EPI
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o jaleco é certificado como um EPI

Fora do local de trabalho

Ainda sim, apesar de todo o cuidado, o jaleco pode ser um meio para transportar bactérias, no sentido em que as bactérias mais resistentes podem se alocar nesse equipamento, principalmente nos bolsos e nas mangas, de acordo com os estudos mencionados acima.

Nesse contexto, no Brasil, existe uma lei que proíbe o uso dos jalecos fora de locais propícios ao seu uso, como hospitais e clínicas. Tal lei já foi sancionada em diversos estados e cidades do país com o intuito de evitar que microrganismos presentes na contaminação do ambiente hospitalar, como bactérias, sejam transportados pelos jalecos para outros ambientes. Dessa forma, os Porta-Jalecos são uma excelente alternativa para resolver esse problema com a segurança necessária.

No Brasil, é proibido o uso de Jalecos fora do Trabalho.
No Brasil, é proibido o uso de Jalecos fora do Trabalho.

Cuidados com o Jaleco

Para uma lavagem correta de seu jaleco, é necessário tomar alguma precauções com os produtos que serão usados nessa tarefa. Dessa forma, nunca se deve lavá-lo com produtos de cheiro forte, pois o odor pode trazer alguns transtornos, como prejudicar a saúde de um paciente.

Como Lavar o Jaleco

1º – Coloque uma o jaleco em solução com 10 ml de hipoclorito com 1 litro de água. Ele deve ficar descansando por 30 minutos, para que ocorra a desinfecção.

2º – Depois, use sabão para esfregar em todo o jaleco e enxague em água corrente e torça bem.

3º – Coloque-o para secar em um local apropriado para ele e arejado. Ele precisa ser passado com ferro quente e guarde separadamente das outras peças de vestuário.

Dicas e Cuidados

  • O jaleco nunca deve ser lavado junto de outras roupas.
  • Se não puder fazer a lavagem à mão, coloque na máquina no modo para roupas delicadas ou ponha o jaleco em um saquinho especial para peças de roupas delicadas.
  • Nunca use alvejante ou água sanitária e evite por amaciantes.
  • Ponha o jaleco para secar na sombra e passe com o ferro na baixa temperatura.
  • Jalecos devem ser lavados por no mínimo uma vez na semana, sendo que o ideal duas vezes.

Como Manter o Jaleco Branco

Para garantir a cor branca do jaleco, use produtos desenvolvidos especialmente para as roupas brancas. Colocando-o de molho por cerca de 30 minutos na água misturada com um desses produtos, sua brancura ficará garantida por mais tempo.

Aprenda como Lavar seu Jaleco
Aprenda como Lavar seu Jaleco