canula orofaringea

Como usar uma cânula Orofaríngea?

                Na abordagem do paciente grave e potencialmente grave, sempre surgem algumas perguntas como essa: como usar uma cânula orofaríngea? Esse dispositivo é usado em pacientes com risco de desenvolver obstrução de via aérea provocada pela queda da língua ou pelos músculos relaxados na via aérea superior.

                A cânula orofaríngea tem formato da letra J e se encaixa sobre a língua para mantê-la e as estruturas moles hipofaríngeas afastadas da parede posterior da faringe. Lembre-se: esse artifício é usado em pacientes inconscientes quando os procedimentos de abertura da via aérea, como a inclinação da cabeça ou elevação do queixo, não conseguem proporcionar e manter uma via aérea clara e desobstruída.

                A cânula orofaríngea NÃO deve ser utilizada em pacientes conscientes ou semiconsciente, já que pode estimular reflexos de náuseas e vômitos. Por isso, teste antes o reflexo de tosse e vômito dos pacientes. Aqui vão mais alguns cuidados: cânulas grandes demais podem obstruir a laringe e causar trauma nas estruturas laríngeas; cânulas pequenas demais ou inseridas de forma inadvertida podem comprimir a base da língua posteriormente e obstruir a via aérea.

PASSO-A-PASSO DE INSERÇÃO DA CÂNULA OROFARÍNGEA

  1. Com uma sonda de aspiração faríngea, limpe a boca e faringe de secreções, sangue ou vômito.
  2. Escolha o tamanho ideal da cânula. Coloque o dispositivo com a porção redonda no canto da boca do paciente e a ponta em direção ao ângulo da mandíbula (abaixo do lóbulo da orelha do mesmo lado). A ponta deve chegar na altura do ângulo da mandíbula 
  3. Coloque a cânula de forma que ela se curve para cima, na direção do palato duro, à medida que penetra a boca
  4. Gire-a 180º a medida que vá introduzindo-a até a posição correta.